segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Exercício de criação 2

Nosso primeiro exercício criativo foi um sucesso. Tivemos 10 corajosos que aceitaram o desafio.
Se você não fez ainda, fique a vontade, faça quando se sentir pronto. Mas não exija muito de si mesmo - apenas arrisque-se a tentar.


Então, vamos ao exercício desta semana (ou só porque são onze horas da noite você achou que eu tinha esquecido?)

Pegue o despertador, um timer, seu celular, um cronômetro.
Você tem quinze minutos para escrever. Comece colocando um título, e depois vá escrevendo. Pode ser ficção, não ficção, poesia, o gênero que quiser. Mas em 15 minutos, você vai considerar que o exercício está terminado.



(eu não sei para vocês, mas esse exercício vai ser bastante desafiador para mim).









(na imagem - o mostrador do relógio astronômico de Praga, em funcionamento desde 1410)

13 comentários:

  1. Exercício feito... Cerca de 12 minutinhos gastos.
    http://rascunhosvivos.blogspot.com/2010/08/xlvii-o-tempo.html

    ResponderExcluir
  2. 15 minutinhos quase estourados. Acho que esse foi o exercicio mais dificil que eu já fiz. Contudo, consegui finalizar. espero que agrade.
    http://leticiabritto.blogspot.com/2010/08/sobre-o-tempo.html

    ResponderExcluir
  3. Escrevi!!e adorei a proposta!

    http://rubraalma.blogspot.com/2010/08/uma-historia-de-5-minutos-em-15-minutos.html

    ResponderExcluir
  4. fiz o meu tb http://versosdeluz.blogspot.com/2010/08/tempo.html

    bjs

    ResponderExcluir
  5. o meu: http://sofalex.blogspot.com/2010/08/15-minutos.html

    ResponderExcluir
  6. http://filhotedelua.tumblr.com/post/965879144/exercicio-literario-2

    ResponderExcluir
  7. 15 minutos do início da criação, revisão, publicação do texto no blog e postagem aqui. Ufa;

    http://saraudataba.blogspot.com/2010/08/meteoros.html

    Atrasado, mas feito.

    ResponderExcluir
  8. http://abismoobserva.blogspot.com/2010/08/relacao.html

    ResponderExcluir
  9. O Relógio Da Praga

    Toca-se as badaladas astrais
    Dos cosmos em movimento
    E não sei o que sinto por dentro
    E não sei o que sinto demais

    Os ponteiros são o julgamento
    Que ao longo dos séculos passais
    Como passam os seres sem mais
    Pelos seus próprios ressentimentos

    O relógio tcheco da beleza
    Confirma que toda a natureza
    Desempenha um seu real teor

    Ele é como uma bela praga
    Quando a luz do sol se apaga
    E nasce a noite do medo e esplendor

    ResponderExcluir
  10. Tempo

    Viver
    Nesse espaço-tempo
    curto e dolorido
    dualidade sufocante
    insuficiente
    perante o vazio da morte
    viver...viver...VIVER!
    Apenas viver...
    Bastaria?
    NÃO!
    O que faz a vida
    ser vida
    É arriscar-se.

    ResponderExcluir
  11. http://sirenidio.blogspot.com/2011/07/escrever-ate-mente-cansar-2.html
    esse foi complicado...até q demorei, mas escrevi só o que aparecia na cabeça.

    ResponderExcluir
  12. Aqui: http://www.recantodasletras.com.br/cronicas/4024753
    Obrigado!

    ResponderExcluir
  13. Aqui está minha resposta para esse exercício http://nobleknight15.blogspot.com.br/2016/09/exercicio-de-criacao-2-por-gambiarra.html

    ResponderExcluir