segunda-feira, 29 de novembro de 2010

exercício de criação 8

Exercício da semana descaradamente copiado inspirado pela postagem do amigo Jorge de Barros no seu blog Ofício do Ócio. Nesta postagem, Jorge fala de um acidente literário.

"Acidente Literário. s.m.
Também conhecido como "Acidente Poético", trata-se de ação involuntária envolvendo, geralmente, palavras, cuja polissemia e expressividade artística ultrapassam o mero uso cotidiano."

Sendo assim, o exercício da semana é recolher um acidente literário...

Use o seguinte "formulário (também descaradamente copiado pesquisado da postagem do Jorge):

Título:
Local:  
Data:
Protagonistas:
Tipo:

Descrição do Acidente Literário:
Recolhido por:


É isso aí.  Divirtam-se. E sigam o Ofício do Ócio, que é blog altamente recomendável.

5 comentários:

  1. Não tem problema nenhum, gambiarristas! Eu achei ótimo e até agradeço. Bora coletar essas flores rudes que são os acidentes literários.

    ResponderExcluir
  2. Gente, esse foi dificil, mas recorri a minha principal fonte de inspiração e consegui fazer o exercício.
    Ai está, espero que gostem:

    http://leticiabritto.blogspot.com/2010/12/acidente-literario-boa-acao.html

    ResponderExcluir
  3. Mais palavroso do que o sucinto do Jorge. Recorri a uma experiência pessoal.

    http://umdianoite.blogspot.com/2010/12/acidente-literario-perfume-que-lembra.html

    ResponderExcluir
  4. Acidente Literário

    Tropecei nas palavras hoje,
    Dez do Bradas, depois me vi
    A mim me olhando a mim
    Em dez encontros e desaloje.

    Que me assuste com o açoite
    Não me assusta tanto assim
    Mas a maneira como eu me li
    É que o espanto me deu da sorte.

    A palavra lavra na polifonia
    Caquo/ética da minha afasia
    Neste opúsculo sem nome ou destino.

    Sem data, tipo ou protagonistas
    Descrição do acidente do artista
    Até quem tem se eu já não me atino.

    Cris Oliveira

    Não entendi muito bem, mas...

    ResponderExcluir
  5. http://abismoobserva.blogspot.com/2011/03/acidente-literario-os-ideogramas-de.html

    ResponderExcluir