segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Exercício de criação 1

A idéia é a cada semana colocar no blog um desafio, um exercício de criação.

Gostou? Se sentiu desafiado? Escreveu a respeito? Se tiver um blog, poste e coloque o link nos comentários.


O primeiro exercício é o seguinte:


-Observe a foto por alguns minutos. Preste o máximo de atenção aos detalhes.
-Pense:como é esse lugar? Que pessoas passam por ai? O que essas paredes já viram acontecer? Como está o clima? Que cheiros, sons, texturas,gostos, essa imagem desperta?
-Pare de olhar a foto e comece a escrever.Desta vez, o tipo de escrita é livre. Poesia, conto, uma descrição do que está vendo, uma análise urbanística... sei lá.

A foto é esta aqui: (clique nela para ver maior)


(imagem retirada de http://momotte2stocks.deviantart.com/art/Place-stock-61-street-84524416, por @Mommote2stock , no deviantart)

22 comentários:

  1. Edson, o meu exercício está em http://poesiacronica.blogspot.com/2010/08/ruazinha.html
    Abração.

    ResponderExcluir
  2. então eu fiz o exercício, o link é http://versosdeluz.blogspot.com/2010/08/vilarejo.html
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Também fiz o exercício: http://escritoemametista.blogspot.com/2010/08/exercicio-de-criacao-literaria-1.html

    Beijos a todos!

    ResponderExcluir
  4. Não podia faltar o meu;
    http://saraudataba.blogspot.com/2010/08/viela.html

    ResponderExcluir
  5. http://filhotedelua.tumblr.com/post/914601207/manjericao-e-chocolate

    aqui está o meu...

    ResponderExcluir
  6. visite - link para o meu exercício:

    http://sonetricidade.blogspot.com/2010/08/soneto-para-recomecar.html

    ResponderExcluir
  7. o meu - http://sofalex.blogspot.com/2010/08/circumambulando.html

    ResponderExcluir
  8. Um conto tardio,mas escrito http://leticiabritto.blogspot.com/2010/08/de-passagem.html

    Espero que apreciem

    ResponderExcluir
  9. http://abismoobserva.blogspot.com/2010/08/beco.html

    ResponderExcluir
  10. Meu exercício está aqui:


    "Me tem no labirinto de tuas pernas
    ruelas estreitas te mostram meus caminhos
    parede fria, corpo quente
    mapeia meu espírito
    grava no cimento firme
    minhas digitais
    acima da porta aberta:
    a casa é tua...
    meu nome inscrito"

    ResponderExcluir
  11. Exercício da Conse Bastos

    http://saraudataba.blogspot.com/2010/08/rua.html

    ResponderExcluir
  12. Exercício literário
    1 Laços do tempo
    link de postagem
    http://luizdsales.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  13. Crescente

    As ruas são um mosaico
    Onde as pessoas andam
    Por um passado estático
    Que desta foto emanam

    Crianças, lavadeiras e portas
    Todas nos degraus da calçada
    Correm por esta rua morta
    A vida de tempos encaminhadas

    As varandas sobre a cortesia
    Virgem e negada a todo mundo
    Reservam uma nostálgica alegria
    Que a gente fotografa no fundo

    Vejo em cada tijolo ou pedra
    O progresso que nosso mundo herda.

    Cris Oliveira

    Escrevi as dez lições agora, atrasado com sempre.

    ResponderExcluir
  14. Ali se escondem sonhos de felicidade, dores de amores desfeitos, cheiros de saudade. Há sons de paixões sem limites, gritos de dor. Há marcas de passado.
    Ali o atemporal, o que não passa, o que se agarra, o que não morre, o 'para sempre'. Aquilo que transcende, o que e, perenamente, dentro de mim.

    ResponderExcluir
  15. Meu exercício chegou só agora...

    Caminho

    No encontro do olhar
    brotou o sorriso
    breve instante eternizado.
    Destino?
    Apenas um caminho...
    No leve toque
    o perfume...
    No silêncio que se fez
    o bater do coração
    tornou-se orquestra
    a embalar os movimentos
    Apenas as velhas construções
    testemunharam o encontro de almas.

    ResponderExcluir
  16. A atmosfera suburbana se espreme entre os sobrados.
    há um corredor estreito.
    à esquerda, caindo aos pedaços,
    sustenta-se um sobrado velho e capenga,
    de paredes úmidas que descascam
    e já não suportam o açoite do vento.

    Há uma porta de ferro no pé do sobrado antigo,
    cujos olhos enferrujados já viram de tudo:
    desde estupros, como aquele ocorrido em 81,
    que culminou na morte da filha do prefeito
    e aterrorizou o inverno daquele ano,
    ao fluxo diário de viciados que cruzam o estreito à procura de mais uma bucha de felicidade na vila logo adiante.

    À direita, avistamos um sobrado bege, opaco e com folhagens virgens respirando na soleira. O céu está nublado.
    A atmosfera suburbana se espreme entre os sobrados.
    Os paralelepípedos, irregulares e disformes,
    abrem caminho entre as moradas.
    Surpreende a ausência de roupas estendidas em varais. Deve ser feriado.

    http://www.iluminuracoes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  17. http://sirenidio.blogspot.com/2011/07/escrever-ate-mente-cansar.html

    ResponderExcluir
  18. Olá, minha tentativa está em http://www.recantodasletras.com.br/microcontos/4022056
    Espero que gostem.

    ResponderExcluir
  19. Eu fiz! Ou tentei...
    http://comproideias.blogspot.com.br/2013/05/exercicio-de-criacao-gambiarra.html

    :)

    ResponderExcluir
  20. http://marcodamaceno.blogspot.com.br/2016/04/exercicio-de-criacao-do-blog-gambiarra.html

    ResponderExcluir
  21. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  22. Aqui está minha resposta, dêm uma conferida lá... http://nobleknight15.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir